...................................................................................................

diga-me com quem advogas que não te digo mais nada


na piscina, óbvio
as conclusões foram lodosas
- deve ser a poeira atômica

mnmnmnmnmnmnmbnbmvn


a luta continua linda
mas quem sabe do conflito não sabe da anistia
essas regras são mais que tanto sangue - é covardia
e que tocante: tão jovens e tão mortos!..

de fim em fim vamos levando
nessa vida cheia de incongruências
mdndmdndmdndmdnmnxm
significando: em vão

terceira vida


tem um querendo saber minha idade
será que eu digo a verdade? que os dezesseis
me guardaram por décadas mas que há um mes
acordei com dez: pré-puberal e inocente?
isso mesmo - de repente perdi meus pés
quase me afoguei nas águas rasas da ilusão
e no que não existe!
mea culpa - já disse!

ainda bem que criança cicatriza rápido

respeito pode sair caro


nem todos aceitam o apreço sem dar um troco de sufoco
sem que se pague o preço extra que o menosprezo traz
sem um temor pela submissão e sem a desconsideração
pela igualdade que - contraditório - vem da deferência
sem o medo pela obediência falsamente devida
e sem esse vão conceito da dívida que o amor faz

agora com 100% de desconto

warning: not boring!




there
there's always something good happening elsewhere
you keep it cool&dry
i'll like it for as long as i can
and i'll be the classic lonesome with a dog
but when is friendship season opening again?

why does life need edition?
getting better is a tyrannic whatever..

can't we just go along
return to sender the bitter
to where the dark side rests?

got the wrong verb here, for sure
i try not to miss but i miss all the time

reclamações: fale com a mão

adêls

um dia tem de tudo
outro só o amanhã
eventualmente seremos todos
heróis desaparecidos
- certo! vou comprar leite!
eu o vi - esse e muitos outros
soltos indo e vindo e lindo e findo
e quando nos olhamos ele sorriu - sorriu?
no fim todos se vão
- acne? onde!
e dizem que caos não tem patrão

café da manhã nas escadas do teatro são pedro

quase tirei meu casaco prum cara na rua
mas era o casaco que não tiro pra nada
eu e minhas roupas velhas nos guardamos
enquanto ele gira louco e frio no asfalto
se sorte é a pedra estrutural da vida
azar é a mesma sob seu pé descalço

que bom te ter de volta


pena que eu já tenha partido
parti - aqui, esse pedaço é seu
não precisa devolver - é seu
pra guardar ou jogar fora
pra contar pros outros os segredos de outrora
pra rimar louco com pouco com oco
pra não estar nem aí nem aqui
(como eu, que não estou mais)

é dito, agora credito:
não existe ser mais ousado
do que aquele que se crê amado

ouve a musa, houve a musa

estou com uma sensação de ensaio
de estar escolhendo roupa pra sair
e não saber se saio ou saia, aiai
já há 6 horas e 6 segundos atrás
tanto faz, o mesmo, será?

e que sujeira, sujeito
levar minha latinha pro batuque da cozinha
acumula aí sua gente mas não se faz de inocente
que ninguém gosta de inocente que faz, manja?
e num dou canja

um beijo e uma cerveja, depois água café..
aqui eu interpreto - participando ando e muito
também não poderia ser mais perfeita, a privação
mas melhor pedra no sapato havia não
que esse sangue?

batemos de frente

fiz de conta e não morri
então tudo entre as paralelas, tudo universal, infinito
nem fui feliz

a sala secretando água e eu aqui cheia de metades
saudade é ser depois de ser, nossa vida
uma de disfarces, de esquecimento
e de verduras: inveja, cobiça, mentira
(verde? dos olhos que te traíram?)

batemos de frente, fiz de conta e não morri
acordei hoje cedo e bebi o que não era meu
vi a cenoura de plástico na mesa, o brilho
ali

dei uma paralela com ela

já que o que levo da vida é irrelevante
entreguei a idade com os olhos serenos
assim vou adiante e carrego menos

entreguei outras coisas também, grátis
pérolas, porcos, me gratifico
no medíocre desse namorico

só esqueci de lembrar seu nome
e ainda assim perdi a fome
inchei meus olhos, surtei no banho

depois desenrolei o ritual, sabe?
não amarro mais meus ancestrais
só amordaço ('nem me diz - suave!')

eu queria que ela fosse maioria
virou mimeografia, empoeirou o dia
lavou a maresia, e o fogo - quem diria..

confrontos


mas primeiro um blended scotch whisky, plis
mas olha pro parque, olha que lindo!
mas vá fazer seu dever de casa
mas esse mundo tá é cheio de carente
mas vc acha que pode me largar aqui
com o fantasma de uma idéia?!

tédio é bom


senão, elaboremos:
encarar o muro e seus defeitos com paciência e sistema
o que nos leva a tirar conclusão alguma
isso e muitos outros assuntos abrangentes
nos escaparão, mesmo depois das 20 hrs

cerre os olhos lentamente
e nem tente

mesmo sem saco


dor dura muito?
o tempo é bem pior que o espaço
esse com promessa, ele com esperança
eu com cuidado, mas nem tanto

obcecado é louco?
vou atrás, no meio centro
e tem risco que eu corro
- um copo d'água, por favor?

o poder é o de (me) adaptar
por exemplo, está no script
o trem rolando suave nos trilhos:
amar pra doer, doer pra amar

ímpar


amanhã começa minha infância
e não consigo dormir

como uma mãe, uma amante
a procura do colo
da aceitação irrepreensível e absoluta

tranquilidade
a copa com algum material grudento
o acaso que acontece e cala

quem fala alto é a consequência

some trouble

a friend says things are over before they end up
weather with bad temper makes us bitter too
here other question: is there more envious, petty ignorance
than that of a comfortable person?
the moisture, the pressure
right after the commercial
then a bit of rest and some ass
and i mean the generic

tell me how many viruses attack you now
and i'll tell you how optimized you are

Archive

Followers