...................................................................................................

muito pouco mudou



foi meu próprio sopro que silenciou
meu próprio e brando sopro
foi-se meu fôlego num arfar cansado
exprimo agora o ar que me descabe

pra que me servem os olhos espessos?
pior é a emenda desse cimento, grudando
mole tanto tremor, líquido triste
e sem sal

e eu cem mil milhões de milhões de milhões
sim, 100 sestilhões de estrelas
além da matéria negra que existe
e ninguém vê

o momento em que sou
está aqui
e já passou





Archive

Followers